Agenda

Festival reúne Luiz Caldas, Jau, Afrocidade, Filhos de Jorge e mais a partir desta quinta (15) em Morro de São Paulo

A energia da musicalidade do Carnaval de Salvador vai chegar a Morro de São Paulo neste final de semana, de graça. Desta quinta-feira (15) até o sábado (17), o Festival de Morro de São Paulo celebra sua a 7ª edição com diversas atrações no palco montado na Segunda Praia. Dentre elas, Luiz Caldas, Jau, Filhos de Jorge, Afrocidade, Cheiro de Amor, Negra Cor e Batifun.

Além da programação musical, o evento propõe uma relação direta com os cuidados socioambientais. Seguindo o exemplo de anos anteriores, o Festival será creditado com o selo Carbon Free, calculando o índice de emissões de dióxido de carbono emitido durante todos os três dias de evento. A cota de emissões registrada será mitigada por meio do plantio de árvores executado pela empresa OCT – Organização de Conservação da Terra, situada em Pratigi, localidade próxima a Morro de São Paulo. Toda a gestão será supervisionada pelo especialista da Organização, que vai gerenciar as reduções de impactos dos resíduos do projeto na natureza.

A sustentabilidade também estará presente no descarte do material reciclável utilizado durante a festa. Os resíduos gerados serão direcionados a uma cooperativa local, que será responsável pelas etapas de coleta, transporte, transbordo e destinação final ambientalmente adequada dos resíduos sólidos para reciclagem.

Depois de sete anos sem acontecer, o Festival ganhou nova edição no ano passado (2023), com nomes como Marcelo Falcão e Toni Garrido. A coordenadora geral do projeto, Márcia Mamede, ressalta que a iniciativa deve se firmar no calendário do verão baiano. “Morro de São Paulo é um lugar mágico, um destino procurado internacionalmente, e merece ter eventos como esse festival, que celebra a música, a natureza, os encontros. Em 2024 tenho certeza que vamos repetir o sucesso que aconteceu em 2023”, conta.

O Festival de Morro de São Paulo 2024 tem patrocínio da Neoenergia e do Governo do Estado, através do Fazcultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura do Estado da Bahia, e apoio da Prefeitura Municipal de Cairu e da Associação Comercial de Emprode Cairu (ACEC).

 

Fechar