Beleza pura

Cuidados básicos com a saúde feminina após os 40 anos

Alimentação saudável, exercícios físicos, qualidade do sono e reposição hormonal são algumas medidas que podem ser adotadas para viver essa fase da vida de forma saudável

O Dia Internacional de Luta pela Saúde da Mulher, celebrado no dia 28 de maio, é uma ocasião para conscientizar a sociedade sobre os diversos problemas de saúde e distúrbios comuns na vida das mulheres. Além disso, também é um momento fundamental para lembrar sobre a importância da saúde feminina após os 40 anos, que pode ficar sensibilizada com a queda na produção de hormônios importantes e a chegada da menopausa.

Segundo a ginecologista com olhar integrativo da saúde da mulher, Ticiana Cabral, a menopausa, que é um processo natural que marca o fim da fertilidade, ocorre por conta de alterações nos níveis hormonais, principalmente a diminuição dos níveis de estrogênio e progesterona. “Os sintomas mais comuns são: ondas de calor, insônia, palpitações, alterações na mucosa vaginal e nas mamas, perda de colágeno, incontinência urinária, irritabilidade e alterações de humor, ansiedade e depressão”.

De acordo com Ticiana, é de suma importância conhecer maneiras de manter a qualidade de vida quando o corpo começa a sofrer as consequências da queda hormonal. Então, confira abaixo alguns cuidados básicos para viver saudável durante esse período:

Alimentação saudável e equilibrada

Manter uma alimentação saudável e equilibrada ajuda a repor os nutrientes que o corpo necessita nesta fase. Ao invés de ingerir alimentos gordurosos e açúcares, consumir alimentos ricos em cálcio ajuda a fortalecer os ossos, e investir em uma dieta rica em frutas, legumes, grãos integrais e proteínas magras pode ajudar a manter um peso saudável e preservar a massa muscular, fundamental nessa fase da vida.

Exercícios físicos

A prática regular de exercícios físicos contribui para manter o peso ideal e melhorar a saúde cardiovascular. Além disso, a atividade física pode ajudar a reduzir sintomas da menopausa, como ondas de calor, suores noturnos e alterações de humor. Embora não elimine esses sintomas, o exercício pode atenuá-los e melhorar a qualidade de vida de uma forma ampla.

Qualidade do sono

A insônia e os distúrbios do sono são comuns nessa fase da vida devido às alterações hormonais, e a falta de sono adequado pode exacerbar os sintomas da menopausa, bem como aumentar o risco de problemas de saúde a longo prazo, como doenças cardiovasculares, obesidade e diabetes. Dormir bem é fundamental para o equilíbrio hormonal, para a regeneração celular, para a saúde mental e para o bem-estar geral.

Reposição Hormonal

A reposição hormonal ajuda a diminuir e, muitas vezes, eliminar sintomas indesejados como fogachos, perda da libido, secura vaginal, dentre outros. Um dos diferenciais da terapia está na habilidade em suprir da melhor forma possível as necessidades do organismo, buscando prevenir doenças, reduzir os riscos e promover mais qualidade de vida para a mulher por meio de soluções personalizadas. É uma alternativa para garantir mais qualidade de vida na menopausa e ainda melhorar a saúde íntima.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também...

Fechar
Fechar