Cultura

Documentário sobre a Blitz traz histórias divertidas da banda

Uma camiseta e uma calça de uma grife carioca. Esse foi o primeiro cachê que a banda Blitz recebeu, para tocar no bar Caribe, ligado a uma loja de roupas. Histórias curiosas como essa, imagens raras de arquivo, entrevistas exclusivas e cenas de bastidores de shows recheiam o documentário inédito “Blitz, O Filme”, dirigido por Paulo Fontenelle. O longa narra a história do surgimento da banda Blitz e alguns dos momentos mais emblemáticos de seus mais de 30 anos de estrada. A produção, que estreia no canal Curta!, relembra também o cenário musical, político, comportamental e estético do Brasil da década de 1980.

 

Tudo começa no final dos anos 1970, no contexto de uma juventude que queria liberdade, paz e amor, na contramão do autoritarismo da ditadura militar. No Rio de Janeiro, uma turma de amigos resolveu se expressar musicalmente de forma autêntica e divertida. Surgia, assim, a Blitz. Evandro Mesquita, vocalista e um dos fundadores da banda, recorda: “A gente falava da política da praia mesmo. De transar legal. A gente era invencível, imortal, invisível”.

 

O nome da banda foi escolhido por impulso. Segundo Lobão, também fundador do grupo, eles precisavam de um nome para colocar no cartaz de divulgação do show que fariam no bar Caribe, e ele acabou sugerindo “Blitz”, inspirado pelas batidas policiais nas quais os músicos costumavam ser parados. “Se você falar ‘blitz’, todo mundo já levanta a mão. Todo mundo já sabe o que é. O Evandro e o Barreto, no início, não quiseram porque eles eram ‘paz e amor’, mas a gente estava com urgência para essa apresentação. Então ficou Blitz. E colou!”, conta Lobão, em depoimento ao filme.

 

Essas e outras histórias são contadas pelos próprios integrantes da banda e por quem atuou na produção e na cenografia. Entre os depoentes, estão Evandro Mesquita, Lobão, Fernanda Abreu, Fernanda Torres e Patrícia Travassos. “Blitz, O Filme” foi viabilizado através do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA) no âmbito do pré-licenciamento. A estreia é na Segunda da Música, dia 10/02, às 21h.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também...

Fechar
Fechar