Acarajé com Champagne

Victor Igdal é o novo presidente da ABRH-BA

O empreendedor Vitor Igdal é o novo presidente da Associação Brasileira de Recursos Humanos, Seccional Bahia. Com 30 anos, Vitor se torna do presidente mais jovem de toda a história da ABRH-BA, que foi fundada em 1989. Ele planeja executar durante o triênio o projeto “30 anos em 3”, junto com Fernanda Borges, Gerente de RH do Sabin, como vice-presidente e Fábio Martins, Sócio-Diretor da PROJEK, como vice-presidente financeiro.

O novo presidente da ABRH-BA é formado em administração, é Sócio-Diretor da SOMOS Conexões Estratégicas, ex-sócio e co-fundador da IKIGAI Brasil, onde desenvolveu uma comunidade com mais de 200 Embaixadores IKIGAI na Bahia, São Paulo e Curitiba, além de ter idealizados movimentos como “A Semana do Autoconhecimento”, com foco na conscientização da importância da saúde emocional durante o mês do Setembro Amarelo, além de outros movimentos como o #MudeAFrequência e A Favela Venceu, ambos de enfrentamento aos impactos negativos pela pandemia. Hoje Vitor Igdal é Líder de Comunidades de um dos ecossistemas de empreendedorismo mais relevantes do Brasil, a Confraria do Empreendedor e Head de Comunidades do ConfraHub, startup focada no desenvolvimento e gestão de comunidades para empresas, eventos e ecossistemas de inovação.

“É uma honra assumir este cargo e enfrentar o desafio de ser o presidente mais jovem do país na ABRH. Temos 21 diretrizes planejadas com os vice-presidentes e equipe interna para este triênio que logo serão executadas. Estou muito comprometido com o sucesso da ABRH-BA”, celebra Vitor Igdal.

30 anos em 3 

O presidente da ABRH-BA acredita que uma premissa básica no mundo dos negócios é que todo negócio depende de pessoas, e quem não entende de pessoas não entende de negócios. Para isso, o primeiro passo é entender sobre pessoas e a ABRH-BA possui autoridade e expertise para promover experiências que potencializem conhecimentos, colaborações e geração de negócios.

“A gestão ’30 em 3′ tem como tripé a transformação digital, desenvolvimento de cultura organizacional e fortalecimento da saúde emocional. 

O primeiro ponto terá foco na inovação e na transformação, que vai além da tecnologia. “Vamos focar em atualizar o modelo mental das empresas, conectando a mentalidade das empresas mais tradicionais com a mentalidades das startups, fazendo a conexão do melhor de cada um”, explica. 

O objetivo é pensar de uma nova forma como solucionar problemas atuais e futuros, prever problemas, antecipá-los e direcionar ações estratégicas para solucioná-los.

Já a transformação de cultura organizacional consiste em fortalecer propósitos. “Todo CNPJ é feito por vários CPFs. No momento em que você funda a empresa, é necessário escrever a razão social, mas muitas vezes colocamos o nome dela, ao invés de colocar o motivo pelo qual a empresa existe, que é justamente qual é o problema da sociedade que a empresa resolve, ou seja, o seu propósito. Vamos focar na formação de uma cultura organizacional para a comunidade da ABRH-BA que engaje, motive, seja sólida, que seja consistente e que ajude a reter talentos em Salvador”, relata Igdal.

O terceiro ponto de foco da gestão é a saúde emocional. Para isso, serão utilizadas as metodologias e ferramentas mais atualizadas no mundo para aplicarmos nos negócios baianos. Entre o que será abordados estão: a psicologia positiva, o estoicismo, metodologias de Harvard sobre felicidade, aplicativo que fazem uma gestão emocional com base em dados e informações da empresa. “É sobre ter um foco no principal cliente da sua empresa, que é o seu colaborador, a primeira pessoa que acredita na sua empresa”, conclui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também...

Fechar
Fechar