Coluna

OXEAXEEXU, do BaianaSystem, ganha edição comemorativa em vinil duplo, pelo projeto Rocinante Três Selos em parceria com a Máquina de Louco

OXEAXEEXUálbum mais recente do BaianaSystem, foi lançado nas plataformas digitais em abril de 2021, em meio às incertezas da pandemia do Covid-19. Agora, o disco carregado de alma ganha corpo em forma de vinil, em edição limitada assinada pelo projeto Rocinante Três Selos em parceria com a Máquina de Louco, selo do próprio BaianaSystem, no dia 20 de novembro.

 

álbum, o quarto na discografia do grupo, é resultado de um processo de introspecção criativa imposto pelo distanciamento social. O lançamento em LP é encarado, de certa forma, como o fechamento de um ciclo para o grupo, de um álbum lançado durante um tempo tão sombrio e que traz em sua essência os tratados desse tempo. 

 

Em 2021 o disco chegou às plataformas de streaming em três atos: Navio PirataRecital Instrumental e América do Sol. Passados dois anos, essa viagem ganha outra narrativa e se reconfigura em nova ordem, um novo sentido, conduzida por um único tema: a fé, a luta, a transformação e a esperança nos unem como povos em busca dessa nação Brasiliana, e o disco é um movimento nessa direção.

 

A obra é uma viagem de ida e volta pelas músicas, culturas, espiritualidades e políticas que unem o nordeste brasileiro, a África Oriental e a América Latina. Em 21 faixas, o BaianaSystem leva os ouvintes em uma simbólica travessia transatlântica que inspira a pensar, dançar e transbordar emoções.

 

A edição em vinil duplo de OXEAXEEXU é um convite para uma conexão ainda mais profunda com a afrolatinidade através da música original de BaianaSystem. O LP, como nenhum outro formato, oferece uma potência singular a um álbum já tão carregado de significados e sentimentos. 

 

O LP tem texto de encarte de Felipe Peixoto Brito, pesquisador autodidata homenageado pelo grupo em “O Futuro Não Demora”. Brito lidera o grupo de pesquisa Maré de Março na Ilha de Itaparica, onde foi gravado o álbum de 2019, e também participou do processo de pesquisa para o disco. 

 

O vinil duplo de OXEAXEEXU estará disponível a partir de 20 de novembro, no e-commerce exclusivo do projeto: www.rocinantetresselos.com

 

 

Tracklist

 

1. REZA FORTE

2. RAMINHO

3. DANÇA DE AIRUMÃ

4. CORNETEIRO LUÍS

5. BRASILIANA

6. CHAPÉU PANAMÁ

7. PACHAMAMA

8. CAPUCHA

9. OXE

10. VIXE

11. A VIDA É CURTA PRA VIVER DEPOIS

12. RADIO AFRICA

13. NAULIZA

14. CATRACA

15. O QUE NÃO ME DESTRÓI ME FORTALECE

16. MONOPÓLIO

17. TUBARÃO

18. BARBATANA

19. CRIADO MUDOU

20. GUERRA BATALHA

21. REZA FREVO

 

Projeto Rocinante Três Selos 

 

A paixão pelo vinil fez com que três expoentes do mercado nacional se juntassem para uma parceria inédita. A fábrica Rocinante, sediada em Petrópolis, passa a prensar a partir de novembro, uma curadoria de discos realizada com licenciamento da própria Rocinante em parceria com a Três Selos. Na seleção dos títulos, soma-se ainda a Tropicália Discos, loja icônica localizada no centro do Rio de Janeiro com sua expertise de 20 anos divulgando a música brasileira, com um rico acervo disponível no canal próprio no YouTube ou com consultas na loja física através de seu catálogo primoroso de CDs e LPs.

 

Referências no mercado, agora juntas, Rocinante e Três Selos colaboram para apresentar com qualidade algumas das obras mais emblemáticas da música brasileira e programam pacotes de lançamentos especiais a partir de novembro. Na seleção, obras consagradas de Chico César, Gilberto Gil e obras contemporâneas. Com projeto gráfico inovador, qualidade das melhores prensas de vinil do país, a dobradinha promete elevar a música brasileira a novos patamares, enaltecendo sua riqueza e diversidade.

 

Máquina de Louco

Máquina de Louco é um selo do BaianaSystem e plataforma sonora videográfica, criada para difusão de sonoridades, artes e experiências. Entre os projetos já lançados pelo selo estão “Manifestação: Carnaval do Invisível”, curta documental que propõe uma reflexão sobre a ausência do Carnaval em Salvador nos anos de 2021 e 2022; o single “Balah Ih Fogoh”, de Vandal com BaianaSystem e Djonga; o álbum “Orin, a Língua dos Anjos”, da Orquestra Afrosinfônica, do maestro Ubiratan Marques; e “Paraíso da Miragem”, disco solo de Russo Passapusso. 

Fechar