Cultura

Nu de Modigliani é arrematada por US$ 157,2 milhões em leilão

Pintada em 1917, a obra “Nu couché (sur le coté gauche)”, do pintor italiano Amedeo Modigliani, obteve o preço mais alto na história da Casa Sotheby’s e foi a estrela da temporada de leilões em Nova York. Arrematada por US$ 157,2 milhões, nesta segunda-feira, o quadro ficou em quarto lugar no ranking das obras de arte mais caras já leiloadas.

Modigliani reinventou o nu para a era moderna, tendo a sua série de pinturas exibida pela primeira vez, em 1917, em Paris, mas esse é único trabalho que mostra todo o corpo da modelo, da cabeça aos pés. Agora, o artista é superado apenas por Leonardo da Vinci, Pablo Picasso e por ele mesmo, já que a venda desta segunda-feira não superou os US$ 170,4 milhões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar