Cultura

Jorge Zárath celebra parcerias e encontro de culturas em novo clipe

“Meu Coração Pula”, versão de Zárath para a música “El cuarto de Tula” (Sérgio Siaba), imortalizada no filme “Buena Vista Social Club” ganhou clipe que reúne as células da percussão cubana, os tambores da África o baianês das esquinas de Salvador, o gingado das festas da cidade e a poesia de Jorge Amado, tudo junto, sol a pino, no Largo do Pelourinho, na voz dele e de Carlinhos Brown. O lançamento acabou de acontecer no canal do artista no YouTube. Dia 18 de janeiro, será o lançamento em todas as plataformas digitais.

A reunião de tantos elementos foi a forma que o cantor e compositor uruguaio, de coração baiano, achou para chegar à alquimia da sua própria história, a de um jovem imigrante, fisgado pela inclinação musical, abraçado pela Bahia e que fez dessa terra um solo fértil para plantar seus acordes e, assim, deixar uma marca de peso e grande contribuição para a produção musical local. “Esse clipe vem marcar um ponto da minha história, tudo que eu já fiz por essa terra e tudo que ela me deu”, diz ele.

Cada componente citado na música “Meu Coração Pula” está ali como alvo de homenagem. Encaixam-se na honraria o pai do samba reggae, Neguinho do Samba, os Filhos de Gandhy, o próprio Pelourinho como centro de coesão soteropolitano e seu grande anfitrião, o empresário da Cantina da Lua – reduto cultural da cidade – Clarindo Silva. Isso sem falar do artista escolhido para dividir os vocais com Zárath, Carlinhos Brown, antigo parceiro de Zárath, o Carlito Marron – como ele fala no clipe – para manter o clima de intercâmbio cultural.

Das tantas referências que aparecem tanto na letra da canção quanto na produção audiovisual, fica uma mensagem: a chama está viva. O clipe funciona como um grande ato de respeito às raízes, um reconhecimento à fertilidade intrínseca ao encontro de culturas e uma comemoração às grandes parcerias, além de ser delicioso assistir o reencontro histórico entre Zárath e Brown, duas potências divertindo-se no Pelourinho, sob o sol dançante e musical da Bahia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também...

Fechar
Fechar